Com a chegada do inverno e, consequentemente, do frio, o corpo fica mais vulnerável a uma série de condições. São muito comuns casos de gripes e de resfriados no inverno, assim como de amidalites e de dores de ouvido, por exemplo. A baixa temperatura tende a nos deixar mais debilitados, por isso, é preciso atenção redobrada nesta época do ano.

É essencial cuidar da roupa de cama, especialmente os cobertores que costumam ser morada de ácaros.

Manter a casa arejada também é muito importante.

Lavar as mãos é fundamental, seja no verão ou no inverno.

Beber água e sucos são importantes para controlar a circulação sanguínea, composição das células, músculos e respiração; e faça uso de soro fisiológico nas regiões dos olhos e narinas, ele lubrifica a mucosa e evita irritação.

Evitar aglomerações é também muito importante durante o inverno.

Evite carpetes e limpe a casa evitando o levantamento de poeira.

Evite o contato com a fumaça do cigarro.

Segundo o médico pneumologista Mauro Gomes, a hipersensibilidade do organismo a algumas substâncias desencadeia reações alérgicas como, por exemplo, os intermináveis espirros e coceira na região nasal. A poeira, ácaros, fungos, pelos de animais, além da fumaça de cigarro são alguns dos agentes irritantes mais comuns.

Atitudes simples e facilmente adequadas ao seu dia a dia podem prevenir os desconfortos típicos da estação.